Notícias

Boas notícias para quem planta soja e milho

11/02/2019

milho

O Secretário Jaime Verruck, titular da Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro) representou o governador Reinaldo Azambuja no evento de lançamento oficial da colheita de soja e plantio de milho, safra 2018/2019, de Mato Grosso do Sul. O evento organizado pela Associação dos Produtores de Soja de MS (Aprosoja/MS) , com apoio da Federação da Agricultura do Estado (Famasul) e do Governo do Estado, aconteceu na Fazenda Luana, do agricultor, Bruno Maggioni, localizada em Campo Grande.

O Presidente da Famasul, Mauricio Saito, falou dos cenários extremos da temporada. “Em relação à soja, podemos dizer que o clima foi fator relevante para o desenvolvimento da cultura no Estado, com relatos de produtividade inferior a 25 sacas por hectare”, afirmou, destacando ainda: “A situação exige que o agricultor aplique suas habilidades em planejamento para conduzir a atividade mesmo diante dos possíveis impactos”.

Em relação à safra de milho, o presidente da Federação acrescentou: “Para a 2ª safra, se a condição climática for favorável, a perspectiva é positiva com relação à demanda do mercado externo, que projeta uma melhor precificação”.

Saito reforçou também que “é o momento de fazer gestão para garantir bons resultados na evolução do ciclo das duas culturas e também de sensibilizar o Governo Federal sobre a importância para o setor da permanência das linhas de créditos, garantia de recursos e manutenção dos juros para financiamentos”.

O presidente da Aprosoja/MS, Juliano Schmaedecke, apresentou os dados referentes à colheita e plantio. “As regiões Sul e Centro enfrentaram, em média, de 10 a 25 dias sem chuvas, mas há registros de propriedades sem precipitações por 45 dias. Neste ciclo passamos a ter 5,18% a mais de área para o cultivo de soja, expansão que aconteceu sobre áreas antes dedicadas à pastagem e produção de cana”, ressalta.